De Cruzeiro do Oeste para o mundo.

Sou professora, escolhi ser professora! – por Edeliar Torres Saraiva

Sou professora!
Estou terminando mais uma ano letivo.
Eu te peço, Senhor!
Renova em mim a esperança
Para que eu acredite mais
Na minha profissão.

Renova em mim a esperança, Senhor.
Para que renasçam em mim
Os sonhos que tinha
Quando cursava a Universidade
Sonho de uma educação crítica
Sonho de uma educação
Contextualizada
Sonho de desafiar-me dia a dia
Sonho de ter alunos
Com os olhos grudados em mim
Interessados em tudo
Que eu ensinasse.

Renova em mim, Senhor
A esperança
Para que eu volte a acreditar
Que a Educação tem futuro.
Transforma-me, Senhor
Em uma ostra
Para que eu receba areia
E a transforme em Pérola.
Para que eu receba
Alunos “sem educação”
Em todos os sentidos
E dentro do processo educacional
Consiga transformá-los
Em pérolas para a sociedade.

Renova em mim, Senhor
O respeito pelos meus
Colegas de trabalho.
Que isso se mostre
No meu bom dia
No meu boa tarde
No meu boa noite
Na minha preocupação
Com sua ausência.
Na minha visita
Quando ele estiver doente.

Renova em mim, Senhor
A necessidade de me colocar no lugar do outro
Para que eu viva melhor
Renova em mim, Senhor
O respeito pelo ser humano
O respeito pela sua essência
Pelo seu caráter
Sem me preocupar
com posição hierárquica
Pois devo respeitar
O ser humano e
Não as convenções.

Renova em mim, Senhor
Meu senso crítico
Para que eu não me cale
Diante do que não concordo
Mas que procure o lugar certo e as pessoas certas
Para mostrar minha discordância,
Pois divergir é humano.
Não devo ter medo de fazê-lo.

Renova em mim, Senhor
A crença no meu País
Para que eu possa
Passar essa esperança
Para meus alunos.
Pois sei que não dá para mudar
O início do Brasil
Nem o presente cheio de corrupção.
Mas sei
Que se a gente quiser
Vai dar para mudar o final.
Para isso, sou educadora.

Por fim, Senhor
Renova em mim
A esperança em ti
Para que eu possa
Levar a meus alunos
A tua palavra.
Levar através do meu carinho
Levar através do meu compromisso
Levar através do respeito
À diversidade
Levar através da preocupação com
O meio ambiente.
Levar através do respeito
Com que trabalho cada
Conteúdo em sala de aula
Mesmo que eu não fale o teu nome, Senhor.
Estará presente no meu
Dia a dia em sala de aula.
Que da minha boca
Só saiam palavras que edifiquem
Que a minha boca seja o canal
Para eu mostrar o que tenho
Dentro de mim, Senhor:
Os teus ensinamentos.

Perdão, Senhor
Por te pedir tanto.
Mas o Senhor, me conhece.
Muitas vezes sou fraca
Às vezes, desisto
No meio do caminho

Às vezes, não sou capaz de superar os obstáculos
Próprios da minha profissão
Diante deles, esmoreço, fecho-me no quarto
E busco a escuridão
Como forma de aplacar a ingratidão
Como forma de aplacar o descaso.
Não quero fraquejar
E não quero desistir
Ajuda-me, Pai!!!

Edeliar Torres Saraiva
Professora de Língua Portuguesa